Home / Colunas / Padre André Marmilicz / PÁSCOA – A VIDA TRIUNFOU!

PÁSCOA – A VIDA TRIUNFOU!


É realmente um mistério esta vida e a nossa passagem por esta terra. Por mais que não queiramos admitir e até negar, um dia todos nós deixaremos este mundo e voltaremos para a casa do Pai. Esta é a dinâmica da nossa existência. Buscamos prolongar esta passagem da melhor maneira possível, com todos os cuidados necessários, não nos expondo a situações que possam nos levar de modo rápido e inesperado. Sobretudo, neste tempo de COVID 19, todo o cuidado torna-se limitado. Existe um inimigo invisível que pode nos atacar, nos deixar totalmente vulneráveis e indefesos. Lutamos contra ele, nos protegemos, pois queremos viver e prolongar a nossa vida nesta terra. Mas o nosso dia chegará, e daí, será o fim de tudo? Esta é a pergunta que teima em não encontrar uma resposta para nos deixar tranquilos e seguros. Como gostaríamos que alguém que já se foi pudesse voltar e nos tranquilizar sobre o que existe lá do outro lado, mas isso é simplesmente impossível.

Jesus também foi um homem como nós e viveu como nós e um dia foi morto cruelmente pelos seus opositores. Teria sido o final de tudo, a esperança teria deixado de existir e o desespero tomado conta de seus seguidores? Não! Ele morreu e no terceiro dia ressuscitou e com ele a certeza de que para quem acredita, a vida é eterna. É uma questão de fé, porque a ele, ninguém mais viu pessoalmente. Essa crença sempre foi tão forte, a ponto dos primeiros cristãos chamarem o dia da morte como o ‘primeiro dia do nascimento’. Com a morte física, começa uma vida nova, uma vida incorruptível, uma vida plena, uma vida de ressuscitado para sempre. É isso que move a fé daquele que acredita em Jesus e segue os seus ensinamentos. O próprio Jesus disse, ‘eu sou o caminho, a verdade e a vida. Quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida’. ‘Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim não morrerá jamais, mas viverá eternamente’.

Páscoa cristã significa a passagem da morte de Jesus na sexta-feira santa para a ressurreição no domingo. Ele venceu a morte, ele triunfou e a morte não terá mais poder sobre ele. A ressurreição de Jesus nos garante que tudo aquilo que ele falou, todos os gestos e ações que realizou, são palavras de vida eterna. Ele continua vivo entre nós, e o seu evangelho, a sua boa nova nos conduzem à salvação. Quem crê nisso faz da sua vida diária uma constante experiência de superação, de esperança, deixando o pânico e o desgraça para trás. Um cristão, seguidor de Jesus, mesmo diante das situações adversas e trágicas, não entra em desespero, como se fosse o fim de tudo. Ele crê que a vida não acaba aqui e uma nova realidade se vislumbra, novos céus e nova terra hão de brilhar. Tudo isso é movido pela fé, e a morte física conduzirá a uma Páscoa eterna.

Diante dessa pandemia que toma conta do nosso planeta, longe de sermos homens e mulheres do pânico e do desespero, somos chamados a sermos sinais de esperança. Não é o fim dos tempos. Tudo passará e surgirá um tempo diferente no horizonte da humanidade. No entanto, muitas vidas serão ceifadas, mas não será o fim. Um dia, mais cedo ou mais tarde, todos nós partiremos desta realidade física, imanente, para uma totalmente espiritual e incorruptível. Longe de ser um tempo de tragédia, de olharmos somente a desgraça provocando tantas mortes, é hora de renovarmos a nossa fé na vida eterna. Afinal, com Jesus, a morte não teve a última palavra, pois a vida triunfou e venceu a morte. Feliz e abençoada Pascoa para todos, na esperança da ressurreição. Amém. Aleluia. Aleluia. Aleluia.

Publicado na edição 1207 – 09/04/2020

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*