Home / Notícias / Sem categoria / Passa virada trancado no porta malas

Passa virada trancado no porta malas


Seqüestrado em Curitiba, homem só escapou porque bandidos bateram o carro Um morador de Araucária, que tem um comércio em Curitiba, viu a morte de perto bem na virada de ano. O homem – não divulgaremos seu nome por segurança – estava voltando para casa no domingo, dia 31, por volta de 19:00. Parou no semáforo da Rua João Bettega na altura da Cic. Dois homens se aproximaram do carro e, armados, deram voz de assalto.
Ele foi obrigado a passar para o banco de trás. Ele conta que em seguida os assaltantes começaram a rodar por vários bairros de Curitiba atrás de drogas. “Várias vezes eles disseram que iriam me matar”, relata ele. Depois, conta a vítima, os bandidos conduziram o carro para Araucária e começatam uma “peregrinação” pelas festas de final de ano atrás de drogas. “Eles queriam um tipo específico de droga que não estavam encontrando. Uma hora alguém disse que tinha o que eles procuravam em algum lugar em Colombo ou naquela região. Na hora eles pegaram a rodovia para lá e eu vi meu golzinho pegar quase 180 quilômetros por hora. Uma loucura só. Quase batemos várias vezes”. Em cada lugar que paravam, a vítima conta que o carro era oferecido por R$ 2 mil e até por R$ 1 mil.
“Não sei dizer exatamente onde, eles pararam em um bar para beber e tentar comprar drogas. Eles disseram de novo que iriam me matar. Eu estava apavorado”, disse o homem. Mais tarde, por volta de 2h30 da madrugada, eles pegaram um rapaz no Parque Thomaz Coelho que teria se assustado ao saber que havia alguém no porta-malas. A própria vítima confirma que ouviu o diálogo. Então os bandidos andaram mais um pouco com o carro e, ali no Parque Thomaz Coelho mesmo, acabaram perdendo o controle do veículo e bateram.
O homem que estava no porta-malas foi jogado para cima dos bandidos que fugiram na hora. Foi a oportunidade que vítima estava esperando e para também fugir. Ele correu até um vizinho e chamou a polícia. Isso foi por volta de 3h00. Integrantes da Polícia Militar foram até o local e, com apoio do pessoal do Serviço Reservado, encontraram e prenderam um suspeito que foi encaminhado para a Delegacia de Araucária. No dia seguinte a vítima foi até a delegacia e não reconheceu o suspeito preso. O escrivão Gilberto Mansilha mostrou para a vítima uma fotografia de arquivo que foi identificada como do homem que ficou dirigindo o carro o tempo todo.
Trata-se de Fernando Rodrigues Teodoro, vulgo Neguinho, que já possui três mandados de prisão contra ele abertos e que é suspeito de ter praticado um assalto a um motoboy em novembro do ano passado. Fora alguns machucados por andar no porta-malas o homem saiu ileso.Seqüestrado em Curitiba, homem só escapou porque bandidos bateram o carro.

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*