Início / Colunas / Isidorio Duppa / Perdão das dívidas

Perdão das dívidas


Se tem coisa que me dando réiva sendo de gente calhorda, que devendo e negando as conta! Ansim que nem compadre Stacho que pedindo dinhero emprestado em 1989 prá pagar agiota que ameaçando cortar o dito cujo dele, iéu pensando que Stacho percisando do dito cujo despois do casamento, com maior da boa vontade iéu emprestando e até hoje non recebendo, Stacho já completando bodas de prata e meu dinherinho nada de pagar e ainda dando risada de canto de boca quando se encontramos nas missa. Ansim que nem Tratówski, uma tratante desgraçado! Percisava arumar trator que motor fundido, coréu lá em casa pra pedir socoro dizendo que com coieita pagando, hoje nem zoiando na minha cara e desviando das estrada quando vendo iéu. Non se esquecendo do Zime que se candidatando a vereador e tomando nas veneta, pediu ajuda pra pagar santinho e hoje non ezistindo santo que fazendo receber do desgraçado. Iéu já consultando devogado pra ver se podendo ponhar os lazarento na justicia e home de terno falando que non adiantando ponhar dinhero bom em cima de coisa ruim e mais caro saindo. Desgracéra Mésmo!!!! Iésta semana, quando iéu andando na vila, passando caro de alto-falante anunciando pro povo que Perfetura resolvendo perdoar os juro dos calotero que deron golpe no IPTU e ameaçando cobrar na justicia se non pagarem o que devendo, ainda dizendo que sendo última chance deles pagar as conta. Sabe que me dando ideia nas cabeça? Se iéu também non cobrar juro dos lazarento que me devendo, dinhero dando pra trocar fusca por corcel II e ainda sobrando pra concertar o motor de aranque do trator, mior receber o capital do que non receber nada. Foi enton falar com o Poli que fazéndo anunço nas festa pra fazer serviço com brasilha, acertemo pra otro dia o serviço. Notro dia iéu ficando esperando no armazém do Iskapinski quando brasilha do Poli passando anunciando perdon dos juro, falando deste jeiton: “Atençón, Atençon Senhores caloteros que devendo pro Isidório Duppa, Iésta sendo a oportunidade de acertar as conta sem pagar juro, Isidório estando no Armazém do Iskapinski esperando o Ignácio, Stacho, o Tratowski e o Zime que apareçam com dinhero e dexem de ser sem vergonha e paguem o que devendo, senon Isidório vai ponhar tudos vocéis na justicia” Poli andando umas duas hora anunciando e iéu tudo orguioso de iscuitar nos alto-falante um texto que iéu mesmo escrivinhando. Dando umas seis da tarde aparecendo os quatro de uma só véis pra falar com iéu. Iéu preguntando se trosséron todo dinhero e non sendo que os desgraçado começarón a dar risada, enton Stacho falando que agora quem devendo pra iéles sendo iéu, mais como? Enton Tratowski dizendo que iéu non perdoando dívida intera iéles vom me ponhar na justicia por dano moral, constrangimento e cobrança em hora de trabaio, que indenizaçón saindo mais caro que divida. Desgracéra Mésmo!!!! E quem vai ponhar Perfetura na Justicia??

Publicado na edição 1176 – 15/08/2019

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*