Início / Colunas / Isidorio Duppa / Polaca no volante

Polaca no volante


Iéu e Flortcha se fumo pra cidade de fusca, com Flortcha na direçón iéu me sentindo mais religioso, proque iéu começando a descascar terço desde momento que iéla ligando motor, na estrada iéla derubando milho nos paralama e quando passando ponte de madera me dá tréis tipo de friu na bariga. Iéu se amarando com corda no banco proque os cinto de segurança non engatando de ton enferujado, quando encontrando trator vindo de frente sendo uma prova que Deus ezistindo. Quando enton pegamo rodovia iéu pagando todos pecado e das véis inté se borando nas calça, que tendo que levar cueca limpa pra troca. Iéstes brinquedo dos parque de diverson tipo aqueles elevador que solton pessoal de mais de cem metro de altura sendo fichinha perto do perigo que coremo. Quando se achegando na cidade parecendo que tudo mundo conhecendo Flortcha de tanta buzinada, mais pelo menos pessoa sabendo a característica dela quando xingando de polaca bura. Pra estacionar fusca enton sendo uma ladainha por iesto sempre dechemo fusca lá perto das ponte do Iguaçú que tendo bastante espaço e evitando as manobra e saiemo a pé mesmo. Fumo no banco pagar as conta, fumo no Gondek comprar semente pra horta, fumo no Kampa comprar grelha de fogón de lenha, fumo no Gaúcho comer pon com bolinho e tomar gasosa, na banca da japonesa pra comprar umas fotonovela pra Flortcha e quando voltemo pro fusca, cadê o fusca? Desgracéra Mésmo!!!! Robaro o fusca. Flortcha começando a se desesperar ponhô mon na cabeça dizendo que non devendo dexar chave na partida e porta destrancada, iéu consolô Flortcha dizendo que ieste non sendo poblema porque fusca non tem vidro nas porta e pegando inté com chave de fenda. Flortcha enton se desesperando proque dechando bolsa com todos documento drento do fusca, iéu enton falando pra iela que iésto non sendo problema proque quando ladron zoiar a fotografia dela vai levar susto ton grande que vai jogar em algum mato da redondeza. Flortcha enton ficô desesperada dizendo que tinha combinado com Victa, nossa irmã mais véia, pra visitar Mietcho o otro irmon, na tarde e que agora faltando com compromisso, enton iéu consolando Flortcha dizendo que pelo menos Victa non tendo infarte com iela no volante. Foi enton que tivemo ideia de dar parte na delegacia e quando se acheguemo, non sendo que fusca estando no pátio! Falemo com delegado explicando situaçón e o Doutor contando que teve fuga de sete preso naquele dia e que pegaron cinco dentro do fusca proque tentaron fugir dirigindo mais non conseguiron proque fusca só andando em zigzag porcausa das roda torta. Iéu enton preguntô se pegaron os otros dois e delegado dizendo que os otro ton no hospital proque fusca atropelando nos zigzag, enton Flortcha preguntô da bolsa e delegado enton dizendo que agora sabendo proque os bandido tavon desnorteado, proque disséron que viron uma fotografia mais horivel do mundo na bolsa. Delegado enton entregô fusca e voltemo pra casa com iéu rezando, agora non pelo perigo, mas pra que Victa sobreviva na visita pro Mietcho.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*