Home / Notícias / Policial / Polícia ainda não tem pistas sobre o assassinato do ex-dono do Supermercado Kelly

Polícia ainda não tem pistas sobre o assassinato do ex-dono do Supermercado Kelly

A morte de Paulo Aurélio Fritzen, de 52 anos, ex-dono do antigo Supermercado Kelly, no Jardim Iguaçu, ainda é um mistério para a polícia. O corpo do empresário foi encontrado na tarde de quinta-feira, 14 de maio, ao lado de uma olaria, em um matagal localizado no bairro Caximba, em Curitiba. O crime passou a ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na capital, mas como se trata de uma vítima de Araucária, a Delegacia local assumiu o caso. Em contato com a equipe de investigação, esta informou que ainda não tem pistas do assassinato de Fritzen e nem do que teria motivado o crime.

O empresário teria sido visto pela última vez em uma oficina mecânica da cidade, onde pretendia deixar seu carro para consertar. No local, teria sido chamado por três homens, teria conversado com os mesmos por alguns segundos, e decidido sair. Ainda teria avisado o dono do estabelecimento, que voltaria logo em seguida para deixar o carro, o que não aconteceu. Segundo a Criminalística, quando localizado, o corpo do empresário já estava no matagal há cerca de 12 horas, e este horário coincidiria com o tempo em que Paulo deixou a oficina e saiu com os três suspeitos.

Foto: divulgação

Publicado na edição 1213 – 21/05/2020

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*