Home / Notícias / Policial / Polícia Civil começa a ouvir depoimentos sobre morte de idosa

Polícia Civil começa a ouvir depoimentos sobre morte de idosa


A equipe de investigação da Delegacia de Araucária já começou a ouvir depoimentos de familiares sobre a morte de Teresinha Kloss, 68 anos, ocorrida na quarta-feira, 22 de janeiro. Ela foi encontrada morta dentro do banheiro da sua residência, localizada na rua Estanislau Tadeu Ziolkowski, na área rural de Guajuvira.

As primeiras suspeitas era de que se tratava de um possível suicídio, com uso de arma branca, no entanto, ao verificar as condições do corpo, peritos da Criminalística constataram que a idosa pode ter sido assassinada por esganadura e disparo de arma de fogo na região do tórax.

Mais antigo

Quase um ano depois, o assassinato de Mário da Cruz, ocorrido em 4 de fevereiro do ano passado, segue sem solução. Ele era proprietário de uma boate, no bairro Chapada, e foi morto dentro do estabelecimento, com requintes de crueldade, segundo foi constatado pela perícia. Na época dos fatos, testemunhas relataram que dois homens encapuzados arrombaram a porta da casa da vítima, que ficava nos fundos da boate, e atiraram contra Mario à queima roupa, fugindo logo em seguida em uma moto.

A família está aflita por uma solução do caso, e espera ansiosa que o autor ou autores do crime possam pagar pelo ato que cometeram. A Delegacia de Polícia de Araucária informou que as investigações prosseguem, mas até o momento, não há nenhuma novidade sobre o caso.

Publicado na edição 1197 – 30/01/2020

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*