Home / Notícias / Coronavírus / Polícia Civil indicia o empresário Danir Garbossa por homicídio

Polícia Civil indicia o empresário Danir Garbossa por homicídio

Na final da tarde desta sexta-feira, 8 de maio, o delegado de Araucária, Tiago José Wladyka, conclui o inquérito que apurava a discussão ocorrida no hipermercado Condor, no dia 26 de abril, que culminou na morte da funcionária Sandra Ribeiro. O cliente Danir Garbossa, que tentou entrar no estabelecimento sem a máscara de proteção e foi o pivô de toda a confusão, foi indiciado por homicídio qualificado com dolo eventual, quando o envolvido assume o risco de matar.

O inquérito já foi encaminhado ao Ministério Público, que deverá se manifestar, após analisar o caso e as provas apresentadas. No relatório, o delegado Wkadyka baseia a decisão pelo indiciamento de Danir Garbossa aos crimes de perturbação do trabalho, introdução ou propagação de doença contagiosa, homicídio qualificado, dano qualificado e lesão corporal. A defesa do cliente chegou a pedir a inclusão do segurança da loja no inquérito, por tentativa de homicídio contra seu cliente, mas o delegado indeferiu o pedido, alegando a legítima defesa do segurança e o cumprimento da sua função no local, que era impedir que as pessoas entrassem sem o uso de máscaras de proteção, diante da pandemia do coronavírus.

Na terça-feira, 5, Danir, já havia tido seu pedido de habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça. Em nota, o advogado que defende o empresário, Ygor Nasser Salah Salmen, informou que seu cliente continua à disposição das autoridades e que ele vai responder pelo que fez “na medida da sua culpabilidade, nada mais”.

Foto: divulgação

Sobre Redação

Redação

4 comments

  1. Avatar

    Toma!!!! Vai ter bastante tempo pra usar máscara na cadeia agora, imbcil!!!!

  2. Avatar

    Este vagabundo vai ter o que merece,que fique um bom tempo em cana.

  3. Avatar

    Pode ir atrás e pesquisar.
    CERTEZA que é eleitor do Bolsonaro.
    Ignorante desse jeito com certeza é eleitor do Bolsonaro.
    É O TÍPICO PERFIL do ignorante que não quer usar máscara e ninguém vai obrigar.
    Crápula, o inferno o espera vagabundo!

  4. Avatar

    Sei que este sujeito, Danir Garbossa agiu de forma estúpida e covarde diante de toda essa situação que resultou na morte de uma funcionária do supermercado, que não tinha relação nenhuma com este evento. Bom, mas é necessário ressaltar que o segurança agiu de forma totalmente despreparada para tal função. Afinal, o segurança estava armado, e diante dessa premissa, jamais em hipótese alguma, este deveria se aproximar ao ponto de manter contato físico com o sujeito que se recusou a usar a máscara. Diante do que aconteceu, no momento em que este idiota se recusou a utilizar máscara, o correto é solicitar apoio e em maior número, realizar a abordagem até que o mesmo se retirasse do estabelecimento. Agora, por conta de um despreparo, uma pessoa acabou morrendo, é uma tristeza.
    Este cliente tem que responder por homicídio sim, já o Segurança, deve ser afastado do seu cargo, não tem menor condição de continuar neste amadorismo.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*