Home / Notícias / Policial / Polícia Civil indicia suspeito pela morte do empresário Célio, sócio da empresa Protect

Polícia Civil indicia suspeito pela morte do empresário Célio, sócio da empresa Protect


A Polícia Civil de Araucária concluiu o inquérito do assassinato do empresário Célio Roberto Soares de Campos, sócio proprietário da empresa de segurança Protect, ocorrido em 14 de março de 2019. O suspeito Everton Gonçalves, 33 anos, sócio da vítima, que teve a prisão convertida em preventiva, foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado. O inquérito policial foi encaminhado ao Ministério Público (MP), que deverá analisar o caso e as provas apresentadas. A partir disso, há três caminhos: denunciar o indiciado (formalizar a acusação), pedir mais investigações à Polícia Civil ou arquivar o caso.

Para o delegado Tiago Wladyka o inquérito foi instaurado diante da materialidade do crime, com laudo de exame de necrópsia, laudo de exame de local de morte e certidão de óbito da vítima. Segundo as investigações, depoimentos de testemunhas, extratos bancários, conversas via aplicativo whatsapp e o laudo do exame de necrópsia, conduziram aos indícios de autoria sobre Everton.

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*