Home / Notícias / Policial / Polícia Civil prende mãe e filho envolvidos em golpes contra instituições financeiras

Polícia Civil prende mãe e filho envolvidos em golpes contra instituições financeiras


A dupla segue presa, à disposição da Justiça. Foto: divulgação

A Polícia Civil do Paraná prendeu mãe e filho suspeitos de aplicar golpes contra instituições financeiras de Curitiba e região metropolitana, e também no estado de São Paulo. A dupla foi presa preventivamente em cumprimento a mandados judiciais durante a operação Castelo de Areia, deflagrada nesta terça-feira, 3 de setembro. Policiais civis das delegacias de Araucária, de Além Paraíba (MG) e do grupo Tigre, cumpriram diversos mandados de busca e apreensão e prisões.

Os mandados judiciais foram cumpridos no município de São José dos Pinhais e no estado do Rio de Janeiro. O apoio da Polícia Civil de Minas Gerais se deu devido à troca de informações entre as polícias, já que o suspeito estaria morando na cidade mineira de Além Paraíba (MG) e havia se mudado recentemente para o Rio de Janeiro, onde foi preso. A mulher foi detida em São Paulo.

Segundo o delegado de Araucária, Tiago Wladyka, foram cerca de quatro meses de investigações, que culminaram em mandados de busca, prisão, bloqueio de contas correntes e apreensão de veículos, todos cumpridos na última terça-feira. “Primeiramente identificamos algumas vitimas e conseguimos desencadear a operação. O autor anunciava veículos de luxo pela internet, a vítima se interessava e o procurava. Fechava o negocio, efetuava o pagamento, e o autor apresentava o comprovante de quitação de financiamento. O problema é que quando ia fazer a transferência do veículo, o mesmo constava como alienado, isso porque o autor pagava apenas uma prestação “, informou o delegado.

Juntos, os suspeitos forjavam documento de quitação e ludibriavam funcionários de instituições financeiras para conseguirem realizar novos financiamentos. Mãe e filho juntaram mais de R$ 500 mil com a prática criminosa.

APREENSÕES

Durante a ação, os policiais apreenderam diversos documentos, cheques e quatro veículos de luxo, sendo duas Mercedes Benz e dois Jeeps, um Renegade e um Compass. Além disso, foi realizado o bloqueio de contas correntes de titularidade dos investigados.

Uma das Mercedes Benz e o Jeep Compass foram restituídos a vítimas de Curitiba e São Paulo (SP), que prestaram depoimento na Delegacia de Araucária. Mãe e filho permanecem presos à disposição da Justiça. Ambos respondem pelo crime de estelionato.

Publicado na edição 1179 – 05/09/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*