A polícia acredita que o barracão era utilizado pela quadrilha há seis meses

 

Na última quinta-feira, 30 de agosto, dois homens, identificados como Rodrigo Ferreira Fallas, 29 anos, e Jefferson da Rocha Soares, 23 anos, foram presos após operação da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Polícia Civil (DFRC) em um barracão na área rural de Palmital.

Após dois meses de investigação, a equipe da delegacia descobriu que uma quadrilha utilizava o barracão como depósito de cargas roubadas. No local, era feita a logística dos produtos roubados e as trocas de placas dos caminhões roubados, que seguiam para os receptadores.

Quando os policiais estouraram o barracão, estava sendo descarregada uma carga com produtos de higiene e limpeza pessoal, avaliada em R$ 280 mil. De acordo com as investigações, estima-se que a quadrilha causou um prejuízo de cerca de R$ 6 milhões, para empresas e seguradoras de cargas e veículos.

As diligências começaram após diversos registros de roubos de cargas, em que as vítimas, depois de rendidas, eram obrigadas a ingerir uma bebida que as deixava sonolentas e com senso de localização prejudicado. “A quadrilha seguia com os caminhões roubados até o galpão. Então, a vítima encapuzada era retirada do caminhão, colocada em um veículo e libertada em algum município da região metropolitana de Curitiba”, explicou o delegado titular da DFRC, Ademair da Cruz Braga Junior.

Após a prisão de Rodrigo e Jefferson, a polícia segue com as investigações para identificar os outros integrantes do bando. Ainda, acredita-se que o local era utilizado pelos bandidos há pelos menos seis meses.

Foto: divulgação

Publicado na edição 1129 – 06/09/18