Dentro de uma garagem foram encontradas várias peças de veículos. Foto: divulgação

No sábado, 21 de setembro, a Polícia Militar de Araucária estourou um desmanche de veículos, localizado na área rural de Roça Nova. A denúncia chegou ao Copom através de uma empresa de rastreamento, que havia detectado no local, um veículo furtado na data no dia 19 deste mês, em Curitiba. A equipe conversou com o funcionário da empresa e este indiciou o ponto onde estava dando o sinal. No endereço havia apenas uma residência nos fundos de um terreno e sinais de pneu de carro, já que o terreno apresentava barro devido às chuvas recentes.

Em poucos instantes, os policiais logo viram vultos na parte externa e luzes acesas, então entraram na casa para averiguar. Permaneceram lá por alguns minutos e não demorou muito para perceberem uma movimentação na garagem. Um indivíduo, ao perceber a presença da PM, correu para o interior da casa. Um cerco se formou e foi dada voz de abordagem, onde a polícia visualizou um outro indivíduo, até que ambos sairam com as mãos pra cima. A PM pediu que os mesmos abrissem a porta da frente da garagem para realizar buscas, onde foi constatado que os dois sujeitos estavam fazendo o desmanche de um veículo Uno branco, que já se encontrava sem as portas e com sinais de que estava sendo desmontado.

No local também havia várias ferramentas espalhadas e cilindros de oxigênio usados para maçaricar as peças, além de vários outros componentes cortados, amontoados, e sem identificação. Dentre as peças estavam rodas, carregador de baterias, partes de motores de veículos e outros acessórios característicos de ambiente utilizado para desmanche de veículos. Ao ser verificada uma parte de um bloco de motor, foi constatado alerta de furto de um veículo Gol 1.0 prata, furtado no último dia 18, no bairro Xaxim, em Curitiba, e ainda partes de um veículo Siena preto, com alerta de furto do dia 19, como capô, portas e bloco. Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia para as providências cabíveis.

Publicado na edição 1182 – 26/09/2019