Início / Notícias / Política / Pra alegria da criançada, PAI volta pra casa!

Pra alegria da criançada, PAI volta pra casa!



Na manhã de quinta, prefeito foi ver como ficou a reforma

Desde terça-feira, 8 de abril, as famílias que buscam atendimento de urgência e emergência para suas crianças não têm que ir mais até a UPA do jardim Planalto. É que os serviços do Pronto Atendimento Infantil (PAI) voltaram a acontecer nas instalações do antigo Hospital São Vicente de Paulo. O local, que estava fechado desde meados do ano passado por conta da estrutura precária do prédio, foi reformado e adequado às exigências da Vigilância Sanitária.

Na manhã desta quarta-feira, 9 de abril, o prefeito Olizandro José Ferreira (PMDB) e os secretários de Saúde e de Obras, Cláudio Bednarczuk e Clodoaldo Pinto Junior, respectivamente, foram conferir como ficou o prédio. “A Secretaria de Obras e a de Saúde fizeram um levantamento de tudo o que precisava de melhoria e os apontamentos foram colocados em prática. A partir desse engajamento das secretarias, as crianças terão mais conforto e qualidade durante o atendimento e é esse o nosso objetivo”, comentou o prefeito.

Ainda conforme o secretário de Obras, a reforma incluiu a troca de quase 350 metros quadrados de piso de taco por de cerâmica, a revisão do telhado, das partes hidráulica e elétrica, limpeza e troca de calhas, além da pintura do espaço e colocação de faixas decorativas com temas infantis.

De acordo com o secretário de Saúde, as reformas feitas no PAI tornaram o espaço adequado para manter um serviço de qualidade, já que – segundo ele – elas eram necessárias desde que o local se tornou uma unidade de urgência e emergência infantil, há cerca de cinco anos.

A reforma e a “volta pra casa” também foram muito comemoradas pela coordenadora do local, Kátia Renata Antunes Kochla, que ressaltou que ela acontece justamente num período em que a demanda por atendimento pediátrico cresce bastante. “Com a chegada do outono começa aumentar a demanda do serviço e no inverno atingimos nosso auge de procura, quando temos até 300 atendimentos por dia. Por isso, é importante que estejamos numa região central”, comentou.

Katia ainda ressaltou que a reforma foi feita ouvindo a coordenação do PAI, o que só aumentou a qualidade da obra. “Problemas antigos que tínhamos aqui foram resolvidos, como o piso de taco, que foi trocado por de cerâmica, pois facilitava a proliferação bacteriana”, relatou.

Curiosidade
Durante a visita ao PAI reformado, Olizandro conversou com algumas famílias que estavam no local aguardando atendimento. Um deles foi o motorista Gilson de Jesus Gonçalves, de 29 anos, que elogiou a obra e a rapidez com que as crianças são atendidas em comparação a Curitiba. A comparação feita por ele só foi possível porque Gilson é morador do bairro Tatuquara. E o prefeito não estava mesmo com sorte se pretendia fazer política com eleitores locais. Outra mãe com quem ele conversou também elogiou a agilidade com que sua filha sempre é atendida no PAI. “Em Contenda eu levaria pra lá de meio dia para conseguir uma consulta, aqui foi rapidinho”, afirmou. Embora não seja surpresa para ninguém, são esses atendimentos a “estrangeiros” que acabam sobrecarregando o sistema de saúde municipal.

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*