Home / Notícias / Policial / Preso suspeito de integrar quadrilha que queria matar policial

Preso suspeito de integrar quadrilha que queria matar policial


Agnelo tinha um mandado de prisão em seu desfavor. Foto: divulgação

 

Na sexta-feira, 5 de julho, a Polícia Militar de Araucária patrulhava na rua Nestor Pereira Habkost, no bairro Thomaz Coelho, quando avistou um veículo Fiat Stilo com dois indivíduos dentro, em atitude suspeita que, ao perceber a presença da viatura, demonstraram nervosismo. A equipe já havia sido informada que o proprietário do veículo tinha em seu desfavor um mandado de prisão em aberto, expedido pela comarca de Remanso (Bahia), com validade até 27 de abril de 2038.

A PM também tinha informações repassadas pela 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil de São Raimundo Nonato (Piauí) sobre um depoimento de uma mulher, e esta teria revelado que Agnelo Dias Paes e um outro indivíduo estariam planejando matar um policial militar de Araucária. Este policial seria o que entrou em confronto armado durante um assalto ao Supermercado Hony, no bairro Capela Velha, no dia 21 de maio último, no qual um dos bandidos entrou em óbito e outro foi baleado. O bandido que morreu faria parte de uma quadrilha, e seus comparsas queriam fazer vingança contra a Polícia Militar. De posse dessas informações, na sexta-feira, a PM fez a abordagem e confirmou que o motorista do Fiat Stilo era mesmo Agnelo Dias Paes, e o passageiro, um adolescente. Agnelo usava uma tornozeleira eletrônica, que estava desligada no momento da prisão.

Suspeito

No interior do veículo em que Agnelo estava havia ainda uma pequena quantidade de maconha, que seria do adolescente. Diante dos fatos, ele e o menor foram conduzidos à Delegacia de Araucária para as providências cabíveis.

O veículo Fiat Stilo foi recolhido ao pátio da 2ª Cia da PM, porque o detido não possuía carteira de habilitação. Ainda no interior do carro foi localizado um celular que, segundo a PM, poderia conter informações ilícitas, já que a todo instante o detido pedia para ninguém mexer no aparelho.

Publicado na edição 1171 – 11/07/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*