Início / Colunas / Editorial / Primeiro passo dado

Primeiro passo dado


Na terça feira, 10 de junho, a comunidade de Araucária recebeu integrantes do Observatório Social do Brasil, que vieram à cidade explicar como funciona o trabalho de combate à corrupção que a instituição vem realizando em diversos municípios do país (veja na página quatro desta edição). Na prática, o Observatório propicia ao cidadão a oportunidade de monitorar as ações da Prefeitura e da Câmara, de maneira organizada e sistemática sem que este ou aquele cidadão fique exposto.

É sabido que na cultura desta cidade, e de muitas outras, que o simples e legítimo ato de acompanhar de perto as ações de nossos legisladores e governantes gera um clima ruim, de modo que qualquer pessoa que questione algo acabe se tornando um “inimigo” daquele político. O interessante do Observatório é que ele é constituído e apoiado por muitas instituições e pessoas, o que faz com que ele não tenha dono ou lado político. Ele pertence à comunidade. Desta forma a responsabilidade ou indisposição que alguma ação sua possa gerar não fica grudada nem direcionada em nenhum grupo específico. Mas o que mais dá credibilidade a ele é que qualquer pessoa pode fazer parte, desde que não seja filiado a nenhum partido político. Essa condição acaba com o eventual argumento de que a entidade seria deste ou daquele grupo político que, por fiscalizar os gestores, imediatamente seria caracterizado como de oposição.

Sem dúvida, é uma ferramenta muito interessante. Porém, como tudo nesta vida, só vai dar certo se houver envolvimento de cidadãos sérios e realmente dispostos a doar parte de seu tempo a uma causa social. Fica a nossa torcida para que este trabalho de fato renda frutos para que tenhamos órgãos públicos cada vez mais eficientes e comprometidos com as reais necessidades da população. Pense nisso e boa leitura.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*