Encontro com empresários, realizado em abril, onde foram apresentados os objetivos do Prodec

 

Nesta quinta-feira, 23 de agosto, a população vai conhecer o Programa de Desenvolvimento de Araucária (PRODEC), que surge com a promessa de alavancar o desenvolvimento econômico do município. O lançamento será às 19 horas, no Auditório da Unifacear, localizada na avenida das Araucárias, 3803, no bairro Thomaz Coelho. A mobilização para este trabalho é do Comitê Organizador do Prodec, formado por representantes da Prefeitura de Araucária, Câmara Municipal, Associação das Empresas da Cidade Industrial de Araucária (Aeciar) e Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Araucária (Aciaa), além do Sebrae, que será um facilitador no processo de articulação com a sociedade civil. Os representantes do Comitê Organizador do programa têm se reunido frequentemente para tratar da mobilização dos empreendedores locais.

O consultor do Sebrae/PR, Vinícius Milani, explicou que a ideia surgiu da necessidade do envolvimento e engajamento da sociedade civil organizada e do poder público constituído, de sentar na mesma mesa e pensar Araucária a longo prazo. “Isso historicamente não é uma tarefa fácil, porque normalmente se deposita apenas nos poderes público legislativo e executivo a responsabilidade pelo desenvolvimento de um município, e já é sabido que isso é algo ultrapassado. Então, o programa vai envolver várias entidades para, juntas, planejarem o desenvolvimento da cidade”, elucidou.

A presidente da Aeciar, Fanny Busato, complementou que o evento vai sensibilizar a sociedade civil organizada para a necessidade desse desenvolvimento. “Faremos essa sensibilização chamando toda a sociedade para que se una a nós, através das entidades representativas de classe, e juntos poderemos fomentar o Município. A prioridade seria fazer um mapeamento com todas as lideranças, para podermos identificar quais são os principais temas a serem desenvolvidos, os pontos positivos, mas também todas as dificuldades que temos para alavancar essa cidade. Com este mapeamento poderemos traçar o planejamento estratégico para os próximos 10, 20 e 30 anos”, argumentou Fanny.

Da mesma opinião compartilha o presidente da Associação Comercial – ACIAA, Juscelino Katuragi, quando argumenta que a principal vantagem do Prodec é a oportunidade de pensar em uma Araucária para daqui a 30 anos. “Mas é preciso a participação de todos, da comunidade em geral, das entidades, enfim, de toda a sociedade civil, para que possamos pensar em um desenvolvimento futuro”.

Foto: divulgação

Publicado na edição 1127 – 23/08/18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.