Home / Notícias / Geral / Projeto Meu Primeiro Emprego orienta jovens sobre o mercado de trabalho

Projeto Meu Primeiro Emprego orienta jovens sobre o mercado de trabalho


Adolescentes estão empolgados com o projeto e já se sentem preparados
para encarar o mercado de trabalho. Foto: divulgação

O medo de encarar o mercado de trabalho faz parte da vida da maioria dos adolescentes. Montar um currículo, encarar uma entrevista de emprego, saber o que falar, como se portar, são dúvidas que trazem muita insegurança e acabam prejudicando a auto estima do candidato. Pensando em ajudar os adolescentes entre 15 a 19 anos, que querem iniciar na vida profissional, a JCI Araucária, com apoio do Grupo Espírita Caminho da Fé – Gecafe, lançou o projeto “Meu Primeiro Emprego”, que está orientando os candidatos, dando mais confiança a eles, e ajudando-os a entender o que empregador espera de um colaborador.

O projeto terá cinco encontros, três deles já foram realizados e o no último, os jovens farão entrevistas com empresários, que vão avaliar se eles estão aptos a enfrentar o mercado de trabalho. “O projeto é muito interessante, eles já aprenderam a montar um currículo, estão mais confiantes para enfrentar uma entrevista de emprego, conseguem olhar para si mesmos e ver os pontos fortes e as habilidades que possuem. Esse é o foco da JCI, promover o desenvolvimento de pessoas, por isso faremos mais projetos semelhantes a este, com intuito de ajudar também adolescentes carentes”, comentou Danilo Donoso, integrante da JCI e ministrante do curso, juntamente com o Rodrigo.

Estudantes estão adorando o curso

A estudante Ellen Caroliny Freitas da Silva, 17 anos, está no terceiro ano do ensino médio e nunca trabalhou. Ela conta que começou a procurar emprego e que pretende cursar Fisioterapia. Ela comentou que está frequentando o curso e achando incrível e muito esclarecedor.

“Estou no terceiro ano, daí vem toda aquela pressão, do que fazer depois que o ensino médio acabar, mas no curso eles nos mostram que precisamos nos conhecer, saber quais são as nossas qualificações e em quais atividades somos bons. Também nos mostram que se não somos tão bons em alguma coisa, não significa que somos burros, mas que podemos ter facilidade em outras áreas diferentes. As aulas também são muito dinâmicas, eles fazem a gente se conectar com o curso, eu realmente estou amando”, elogiou Ellen.

Jaqueline Alice Ramos Ribeiro, 14 anos, está no 9° ano do ensino fundamental e está fazendo o curso para aprender mais sobre o primeiro emprego. “Tenho sonho de cursar Medicina e estou achando as aulas tudo de bom, eles estão ensinando a termos mais autoconhecimento, nos preparam para uma entrevista de emprego. Tô adorando”, comentou.

Da mesma forma a estudante Erika Cristina de Matos Machado, do 9° ano do ensino fundamental, já está em busca do primeiro emprego e foi no curso que acabou descobrindo o que deseja fazer no futuro. “Pretendo fazer Engenharia Civil e posso dizer que as palestras são muito interessantes, estão me ensinando muitas coisas, que certamente vão influenciar na minha carreira”, pontuou.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1183 – 03/10/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*