Esta é a pergunta que fazemos em nossa na manchete desta edição de O Popular do Paraná. A jovem de vinte anos foi vista pela última vez em janeiro deste ano. Desde então, foram várias as linhas de investigação adotadas pela Polícia. Todas elas, porém, ainda não foram capazes de colocar um ponto final ao caso.

O desafio das autoridades em casos como esses é justamente tentar ligar pontas soltas, revisar provas, ouvir àqueles que já foram ouvidos e, também, pedir a ajuda da população para solucionar o mistério. É importante que amigos e conhecidos de Daniele que, por ventura, tenham qualquer tipo de informação, por mais irrelevante que pareça, procurem a polícia e as conte. Quem sabe, com isso, consigamos responder a essa pergunta.

Outra boa sugestão é ler a matéria que ilustra nossa página quatro. Nela, nossa equipe foi em busca de informações acerca das razões que fizeram com que grandes redes de ensino do país resolvessem se instalar em Araucária. E, obviamente, fomos ouvir as escolas locais para saber como elas estão se preparando para o aumento da concorrência.

Convidamos à leitura ainda da matéria que abre nossa página três, pois nela está o compromisso do prefeito Olizandro José Ferreira (PMDB) de que – finalmente – as pessoas mais carentes de Araucária poderão voltar a utilizar o Armazém da Família no primeiro trimestre de 2015. A notícia é muito boa. Só não é excelente, pois isso seria se os estabelecimentos nunca tivessem fechado.

No mais, O Popular entrega nesta edição um compilado de tudo aquilo que de mais importante aconteceu em Araucária ao longo desta semana. Boa leitura a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.