A redação de O Popular entrou em contato com cada um dos 11 edis araucarienses para verificar se eventualmente pretendem mudar de opinião quando o projeto de lei que reajusta o salário dos vereadores em mais de 60% a partir de 2021.

Um dos que ainda está indeciso sobre como se posicionar em segunda votação é Germaninho Krzyzanowski. Ele votou favorável na terça-feira, 3 de dezembro. “Ainda não tenho posição, vou decidir na hora da sessão”, disse ao ser questionado

A legislação araucariense obriga que a Câmara aprove projetos desse tipo em duas votações. Logo, se a maioria dos edis mudar de opinião na próxima terça-feira, 10 de dezembro, e reprovar o reajuste, o salário dos edis permanece em R$ 5.992,00 para a legislatura 2021-2024.

Para que o reajuste seja reprovado é preciso que a maioria dos vereadores presentes em plenário vote contra a proposta. Ou seja, se os onze edis comparecerem, é preciso que, no mínimo, seis digam não ao aumento dos salários da próxima legislatura para R$ 9.584,45.

Você, cidadão araucariense, pode entrar em contato com Germaninho em seu gabinete e expressar sua opinião sobre o tema. Os telefones para contato são 3641-5216 e 3641-5222. Germaninho também tem uma página no Facebook. O endereço é www.facebook.com/VereadorGermaninhoKrzyzanowski. O email do edil é o gab_germaninho@araucaria.pr.leg.br

Sessão pública

O comparecimento à sessão plenária da próxima terça-feira, 10 de dezembro, também é permitido para qualquer cidadão. Os trabalhos começam às 9h. O plenário da Câmara fica na rua Irmão Elizabeth Werka, 55, no Fazenda Velha, bem na Praça da Bíblia.

Foto: Everson Santos