Home / Notícias / Geral / Secretaria de Saúde montará “operação de guerra” para zerar filas de consultas e exames na rede pública

Secretaria de Saúde montará “operação de guerra” para zerar filas de consultas e exames na rede pública

Mais de trinta 30 mil consultas e exames. Esta é a meta de procedimentos que a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) pretende realizar nos meses de novembro e dezembro em Araucária.

O programa ganhou o nome de Saúde em Dia e foi lançado nesta sexta-feira, 1 de novembro. O objetivo, de acordo com a SMSA, é zerar as filas de espera e garantir a agilidade na realização de consultas com médicos especialistas e exames complementares.

Embora o lançamento tenha acontecido na sexta-feira, o grosso dos atendimentos começa mesmo na segunda quinzena de novembro. Nesta primeira quinzena do mês estão sendo organizados o fluxograma de atendimento e preparada a estrutura necessária para receber os pacientes.

As consultas e exames serão realizados na área do Hospital Municipal de Araucária (HMA), que nos próximos dias começa a receber tendas, containers e ônibus especialmente montados para recepcionar, fazer a triagem e direcionar para os profissionais que atuarão no programa.

Como o auge do programa será visto a partir da segunda quinzena de novembro, o que a Secretaria de Saúde solicita agora é que todos os usuários da rede pública procurem suas unidades básicas e verifiquem se seus cadastros estão em dia, principalmente o telefone para contato. Isto porque os chamamentos serão feitos por meio de uma ligação telefônica, a qual será feita por um serviço de callcenter especialmente contratado para essa ação. Aqui, aliás, fica uma dica: se você não tem o costume de atender ligações de números que não conheça, abra uma exceção em novembro e dezembro, porque do outro lado da linha pode estar a consulta e o exame que você espera.

Fique atento

Como o programa Saúde em Dia será feito na forma de mutirão, as consultas e exames acontecerão durante todos os dias, inclusive, sábado e domingo, no horário compreendido entre 7h e 22h, sempre nessa estrutura montada no HMA ou dentro das dependências do próprio Hospital.

Texto: Waldiclei Barboza/ Foto: Marco Charneski/ O Popular do Paraná

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*