Início / Colunas / Isidorio Duppa / Shopping na Roça

Shopping na Roça


Iéu começando iscuitando umas vóis de lónge que viéron se achegando, sendo uma dessas kombi com cornéta em cima dizéndo ansim “Olha o carro dos Churros, fresquinhos, na porta da sua casa”, iéu fói no porton e kombi parando e oferecendo pruduto, bém, já que estando na porta da minha casa iéu esprimentando um daqueles canudo de mandioca com rechéio de doce-de-léite, sabe, gostoso sendo. Passado umas duas hora iscuita devolta outra vóis vindo de lónge, com uma músca, fói se achegando, se achegando e quando déu pra iscuitar dereito a vóis falando “olha o caminhão do gás”, iéu lembrando que já fazendo uns cinco ano que liquinho vaziu estando, coréu procurar vasilhame e trocar. Mais um póco despóis, mais ótro alto-falánte anunciando, “Cobertor, colcha, acolchoado, lençol e fronha a preço de banana, vamos aproveitar freguesia”, é mésmo, os lençol de ton véio ném goma pegom mais, cobertór de tom vagabundo já pulando cérca e proqué non uma colcha nova? Iéu comprando tudo pra pagar em tréis pagamento. Não demorando muito, palma baténdo no porton e home de narigon com mala na mon preguntando se non interessava por umas calça nova, umas camisa, cueca, méia, iéu falando que se interessando pelas cueca, as minha os rastro já ta tom parecendo de tratór, iéu comprando 15 cueca e ganhando umas méia de um real de graça. Ném bém entrando drénto de casa viu muiér parando com Del Rey cinzento com porta mala lotado de panela, frigidéra, escoredór de loça e oferecendo pra iéu, bém, cumida mais gostosa ficando em panela que non tém cascon de sujéra nos fundo e acabando comprando panela e frigidéra pra fritar pórco. Quando fói pagar muiér, detráis do Del Rey cinzento incostô um fusca, atráis do fusca branco uma brasilha vermelha, despóis um corcel verdinho, e fói se formando fila de altomóvel que inté sumia na estrada de ton cumprida que sendo, um oferecendo pra consertar relógio cuco, ótro vendendo assinatura de revista capricho, ótro toalha de banho e de rosto, ótro com sapato de tudo tipo, seguro de vida, consórço, pruduto eróico, remédio da juventude, calcinha e sution, os diabo. Iéu pensando, se for comprar de tudo um póco vai agradar iéstas pessoa que viéron de ton lónge pra facilitar vida na róça e comprando um póco de cada, só non sabendo o que fazér com as calcinha e sution. Nótro dia iscuitando vóis que vindo de lónge, dizéndo que von inaugurar um desses xópi, iéste que tém um monton de loja e os jóve uson pra ficar andando e non comprando nada, iéu pensando, como iéles son buro, se iéu tendo um xópi na porta da casa pra que que iéu vai se dislocar pra cidade pra ir neste xopi? Despóis, génte indo acaba comprando cóisa que non percisa só pelos impulso non sendo mesmo?

Publicado na edição 1124 – 02/08/18

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*