Início / Colunas / SMED / SMED incentiva a prática de novos esportes nas aulas de Educação Física

SMED incentiva a prática de novos esportes nas aulas de Educação Física


A todo o momento a sociedade passa por mudanças significativas e, isto reflete nos rumos da Educação Física Escolar. O conteúdo esporte tem uma relação muito forte com a essa disciplina ao longo de sua história e com a influência da mídia, acaba por criar uma identidade própria que não pode ser quebrada.

Mesmo assim, percebe-se um desgaste nos esportes tradicionais, fazendo que estes não sejam mais os únicos “astros” da disciplina. No entanto, eles não podem ser deixados de lado, pois são legados da cultura corporal. A diferença está na abertura das possibilidades de esportes que podem compartilhar o espaço dos esportes escolares tradicionais.

O jovem tem um pensamento dinâmico, que acompanha as novas possibilidades esportivas e espera algo novo e motivador. Seguindo esta nova realidade, o desafio é integrar os conteúdos clássicos da Educação Física com os esportes em ascensão em nosso país, como é o caso do Badminton, um esporte tão antigo quanto o basquete, muito tradicional em países asiáticos, porém muito recente nas escolas brasileiras, que inclusive passou a fazer parte das modalidades dos jogos escolares.

Outro exemplo deste movimento de diversificação esportiva ocorreu em Curitiba (dezembro 2014), na final nacional de Futebol Americano entre as equipes do Coritiba Crocodilles e João Pessoa Espectros, que reuniu no estádio Couto Pereira, mais de seis mil pessoas, superando o público de alguns jogos do campeonato brasileiro de futebol da série A.

Partindo deste princípio, as formações para professores de Educação Física de Araucária trouxeram, ao longo destes dois últimos anos, modalidades esportivas como Badminton, Rugby Escolar, Slackline, Ultimate Frisbee, futsac, inclusive com a aquisição de materiais que permitam a execução desses esportes.

A intenção é contribuir na prática dos professores, com aulas diferenciadas, desenvolvendo a cultura corporal dos alunos e enfrentando os desafios de uma sociedade em constante movimento.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*