Início / Colunas / Waldiclei Barboza / Só a ponta!

Só a ponta!


Perguntaram-me dia desses se, em meu ponto de vista, a gestão que está por nascer tem uma real consciência da quantidade de problemas que terá que enfrentar caso realmente esteja disposta a fazer de Araucária uma cidade efetivamente condizente com o tamanho de sua arrecadação.

 

Respondi à pergunta utilizando a analogia do iceberg, que, como todos sabem, é aquela montanha de gelo muito comum nas regiões polares. Digo isso porque tenho visto pessoas próximas ao prefeito que está por entrar, boa parte destas, aliás, com grandes chances de integrar seu primeiro escalão, tentando se apresentar como preparados para enfrentar a parte visível do iceberg de problemas que é Araucária hoje.

 

O grande problema, no entanto, é que um iceberg não é formado apenas daquela imensidão de gelo que os olhos alcançam. Como se sabe, a parte do iceberg visível corresponde a apenas 10% do total da montanha de gelo. O restante (90%) está sob as águas, invisíveis a marinheiros de primeira viagem.

 

O que tenho visto e ouvido por aí são pessoas que malemá estão preparadas para enfrentar os 10% do iceberg visível a olho nu. Ou seja, gente que ainda acha que o problema de Araucária se resume a meia dúzia de alugueis de imóveis feitos pela Prefeitura para atender ao interesse de quem deu uma mão na campanha ou ainda o número de cargos em comissão existentes na administração pública municipal, que embora seja exagerado, está longe de ser a nossa principal dificuldade hoje.

 

Prezados, cortar aluguel, dar uma segurada no número de CCs, gelar os vereadores que pedem favorzinhos nada republicanos será a parte fácil do trabalho de Hissam Hussein Dehaini e de sua equipe. Difícil mesmo será azeitar todas as engrenagens da administração pública municipal de modo que ela trabalhe em prol da cidade e não em prol de interesses particulares e/ou mesmo corporativistas.

 

Desafio mesmo será educar nossos moradores de forma que eles entendam que a vultosa soma de recursos que entram nos cofres da Prefeitura anualmente não a autorize a simplesmente torrar essa grana com assistencialismo, que atende as expectativas das pessoas em curto prazo, mas que nunca as promoverão socialmente.

 

Briga mesmo será combater a corrupção endêmica que se vê em vários setores da administração pública municipal. Corrupção que se manifesta desde a criação de dificuldades em determinados setores técnicos do Município só para que se possa vender facilidades até aquelas que vemos no simples corpo mole na hora de atender nossa comunidade.

 

Guerra mesmo será corrigir os erros históricos que foram cometidos por diversas administrações municipais, que simplesmente abdicaram de receitas próprias, as transformando em quase simbólicas, só porque fomos privilegiados por transferências de outras esferas de governo.

 

E, ao final de tudo isso, pancadaria mesmo, será ter que olhar nos olhos dos eleitores e ter a coragem necessária para reconhecer que a grande maioria do que foi prometido na festa da campanha não poderá ser cumprido! Isto, claro, se o objetivo for mesmo colocar nossa cidade em ordem.

 

Comentários são bem vindos em www.opopularpr.com.br. Até uma próxima!

2 comments

  1. Ponta obtusa.

  2. Olá, devo dizer que não me manifestei há algumas semanas, pois estou a pensar como o Prefeito Hissam irá enfrentar as professoras que infernam a vida de qualquer prefeito com pedidos absurdos em é poca de crise e tambem os “membros” do “conselho” do IPMA que estão dando uma mamadinha de leve nos benefícios concedidos pela Caixa e BB, do tipo emprestimos com jurinhos de compadre por conta das aplicações financeiras neste bancos, não são todos, mas os mais espertinhos porque sempre tem bobo que serve para que poutros se locupletam. Não ersquecendo da gordurinha na CMTC e a inoperância da COHAB-Araucária que só serviu de cabide de emprego para ,Ruy,Saliba,…. assim como a Codar com essa compra e venda de terreno mal explicada. O MP quer saber? Bem o Prefeito Hissam tem muito que fazer se quiser? Ele vai querer? ou não? Aguardemos!!!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*