O Diário Oficial do Município trouxe nos últimos dias dezenas de portarias de nomeação e exoneração de cargos em comissão da Câmara Municipal de Araucária. Nada mais nada menos do que 36 atos foram publicados, dos quais dezoito eram de demissão de comissionados e outros dezoito de contratação.

O troca-troca atingiu, além da Presidência da Casa, cinco gabinetes (veja tabela). As maiores movimentações aconteceram naqueles nomeados como assessores dos vereadores Vanderlei Cabeleireiro (DEM) e Josué de Oliveira Kersten (PT). Como é praxe na Câmara, muitos dos exonerados num dia foram imediatamente recontratados no dia seguinte. Essa estratégia – talvez somente por coincidência – obriga a Câmara a indenizar as férias de muitos desses CCs, já que – oficialmente – eles não as gozaram. Só essa estratégia rende um salário extra para os demitidos. Isto sem contar o terço de férias. Considerando o valor dos salários recebidos pelos comissionados do Legislativo, estamos falando de algo em torno de R$ 10 mil.

Prefeitura
Também na tabela ao lado o leitor pode conferir as últimas movimentações no quadro de comissionados da Prefeitura. Algumas delas já eram de conhecimento, pois aconteceram no final do ano passado, outras – porém – são mais fresquinhas. Dos oito nomeados, seis foram para o cargo de diretor geral de secretaria. Já os exonerados foram cinco, dos quais três eram diretores gerais.