Início / Notícias / Política / Vereadora é internada após contrair dengue

Vereadora é internada após contrair dengue


Adriana acredita que contraiu a doença no litoral de Santa Catarina

Adriana acredita que contraiu a doença no litoral de Santa Catarina

A última semana não foi nada fácil para a vereadora Adriana Cocci (PTN). Ela passou quatro dias internada após ser diagnóstica com dengue pelos médicos.

A vereadora só teve alta no último sábado, 13 de fevereiro. Neste período, com febre alta, calafrios e muita dor nos ossos, ela ficou vinte quatro horas por dia recebendo soro para não sofrer desidratação, o que poderia agravar consideravelmente seu quadro de saúde. Já recuperada, mas ainda visivelmente abatida, ela participou da sessão ordinária de segunda-feira, 15, que marcou a abertura do ano legislativo na Câmara.

Embora os sintomas só te­nham se manifestado no início da semana passada, quando Adriana já estava em Araucária, ela acredita que não contraiu a doença na cidade. “Em janeiro, passei quinze dias em Foz do Iguaçu, onde meu marido tra­balha, mas não voltei bem. Ago­ra, no início de fevereiro, fui ao litoral paranaense e depois fiquei dois dias no litoral de Santa Catarina, na casa de conhe­cidos e creio que foi aí que contrai a doença”, comenta.

Adriana, no entanto, não se lembra de ter sido picada por mosquitos, mas diz que – de fato – numa tarde enquanto estava em Santa Catarina deixou de usar repelente. “Eu sempre utilizo repelente, mas nesse dia sai com meu marido para passear pela beira da praia, tomar um refrige­rante e não passei o protetor, então creio que fui picada”, comentou.

Agora, já recuperada da doença, Adriana aproveitou a oportunidade para reforçar seu pedido para que as pessoas não deixem água parada em casa e ainda ajudem na conscientização de familiares e vizinhos para que acabem com os possíveis focos de criadouro do mosquito. “Aqui em casa sempre tomamos muito cuidado com água parada e sempre tento passar essa mensagem para as pessoas com quem converso e agora, mais do que nunca, vou intensificar esse trabalho”, destaca.

Texto: Waldiclei Barboza / FOTO: MARCO CHARNESKI

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.