Home / Notícias / Comercial / Wensky Beer reforça tradição polonesa na comemoração dos 150 anos da imigração polonesa no Brasil

Wensky Beer reforça tradição polonesa na comemoração dos 150 anos da imigração polonesa no Brasil


Cervejas produzidas pela Wensky Beer carregam o sabor e o aroma da autêntica “piwo” polonesa. Foto: divulgação

Com a tradição polonesa sempre presente em sua vida, o empresário araucariense Luciano Wengrzinski, que sempre cultivou viva a memória do seu povo e de sua terra mãe, tomou a importante decisão de dar uma contribuição ainda maior, e em 2009, abriu a Wensky Beer Microcervejaria. Totalmente inspirada nas raízes polonesas, a empresa já se tornou referência na produção de cerveja artesanal, com distribuição para todo o Brasil, e também já conquistou diversas premiações internacionais. Atualmente produz 13 estilos de cervejas, dentre algumas com nomes e estilos genuinamente poloneses.

E por ter a Polônia em sua essência, a Wensky Beer faz questão de homenagear os primeiros imigrantes poloneses que chegaram em solo brasileiro, mais especificamente em Araucária, neste ano em que são comemorados os 150 anos da imigração polonesa no Brasil. “Não poderíamos deixar de enaltecer os primeiros imigrantes que chegaram aqui, nos séculos XIX e XX, que deixaram tudo para trás, estabelecendo-se nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e a sua importante contribuição para o desenvolvimento da região Sul do país. A Wensky quer manter essa história viva, resgatando a tradição da cerveja (piwo) polonesa. Vale ressaltar que a Polônia é um dos maiores produtores de lúpulo e malte de cevada do mundo e está entre os cinco maiores países consumidores de cerveja”, destacou Luciano.

Dentro do seu propósito, a Wensky também já lançou duas cervejas colaborativas com produtores de lúpulo e cervejeiros da Polônia. “Nosso foco maior é não deixar que a tradição de reunir a família e os amigos para beber uma autêntica cerveja artesanal, seja esquecida”, acrescentou o empresário.

Contribuição para a história

O Brasil tem a terceira maior população de ascendência polonesa no mundo, depois dos Estados Unidos e da Alemanha. Na América Latina, é o país com mais imigrantes dessa etnia. Lembrando que tudo começou em 1869, quando os primeiros imigrantes partiram da Silésia e, a bordo do navio Vitória, aportaram no porto de Itajaí, que ainda era chamada de Vila de Itajaí. Nesta época não havia lavoura ou indústria, eles tinham que abrir clareiras na mata, construir suas habitações e dali, de alguma forma, tirar o seu alimento. Com suas técnicas agrícolas, ajudaram no desenvolvimento e transformaram o Sul no maior produtor de grãos do Brasil. Ao todo eram 16 famílias, com cerca de 80 pessoas.

Em Araucária, os primeiros imigrantes poloneses chegaram em 1876, e entre as famílias estavam os Gorski, Gondek, Kudlawiec, Olbrycht, Olszewski, Stój, Burda, Raksa, Tabor, Dyzma, Czajka, Sygnar, Filipak, Setlik, Wosniak, Halus, Druciak, Skraba, Jarek, Sojka, Watroba e Bodziak.

Foto histórica do cinquentenário da imigração polonesa no Brasil, no ano de 1922. Foto: divulgação

Serviço

A Wensky Beer Microcervejaria fica na rodovia do Xisto, 5781, bairro Sabiá, e o fone é o (41) 3625-2915.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1181 – 19/09/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*